Nem por Contreiras, nem por Benedito : pela DEMOCRACIA e pelo BOM SENSO

Read Time:3 Minute, 31 Second

Dia 07/07/2021 os Corretores de imóveis de todo o Brasil aptos à participarem das eleições do seu Conselho de Classe Estadual manifestaram sua opinião pessoal a respeito de qual grupo de pessoas gostaria de ver administrando os destinos políticos da Instituição que personifica a imagem pública e fiscaliza o exercício da Profissão de Corretor de Imóveis nos municípios de todo o Estado. Nestas eleições o público não vota em quem será o Presidente ou Diretor Secretário, estes cargos são decididos pelo próprio grupo eleito, agora por aclamação interna dos 54 membros no momento da posse.

Participar de uma eleição exige maturidade e ética, pois você se dispõe a acatar a decisão da maioria, seja ela qual for, independente se sua opinião pessoal for vencida ou eleita. Durante o calor das eleições todos têm a oportunidade de expor seus demônios pessoais, suas insatisfações, suas revoltas e preocupações no que se transformará o Conselho de Classe após a posse da chapa eleita. É necessária muita maturidade política para aceitar que tudo na vida tem um tempo certo para acabar e que as oportunidades de contribuição devem ser iguais para todos.

O Grupo do saudoso Ruy Pinheiro permaneceu na Gestão do CRECI por mais de três décadas, e foi derrotado pela então á época chapa do Prof. Benedito sob a alegação de que ninguém deve permanecer no comando do CRECI por muito tempo. Por ironia, essa mesma bandeira serviu agora para derrotar sua própria chapa que, se fosse vitoriosa, permaneceria por quase dez anos no comando da Instituição.

Eu, enquanto pessoa física e corretor de imóveis, votei nestas eleições e meu voto pessoal foi contrário à posse do Sr. Contreiras como Presidente, por entender que ele já deu sua contribuição como Secretário Geral e Vice-Presidente da Instituição nos dois mandatos consecutivos que assumiu ao lado do Prof. Benedito. Também tive outros argumentos para tentar defender o CRECI de uma provável gestão sua. Por outro lado, ver Benedito presidente do CRECI NOVAMENTE também não me agradava pois fiz parte da chapa da primeira gestão e para mim soaria hipócrita demais votar pela perpetuação sendo que lutamos e fomos eleitos contra esta idéia, porisso votei em BARCELLOS na esperança de que ele fosse aclamado como Diretor Secretário pela chapa na qual Prof. Benedito era membro. Se as eleições fossem HOJE, e Contreiras permanecesse em qualquer chapa, NOVAMENTE NÃO VOTARIA na chapa em que ele estivesse, mas se ele fosse ELEITO NOVAMENTE, então NOVAMENTE eu DEFENDERIA A DEMORACIA, mesmo que significasse a posse da CHAPA à qual ele faz parte. O que se passa nas eleições deve ficar nas eleições, o que importa agora é defender os interesses do Conselho de Classe enquanto Instituição e não os interesses pessoais de quem quer que seja.

Passados quase 5 meses das eleições, vemos repetir na chapa do Prof. Benedito a mesma atitude de Ruy Pinheiro à época da sua derrota: fazer guerra de liminares judiciais para manter-se no poder, mesmo sabendo que a maioria da categoria votou por sua saída.

Ruy Pinheiro foi o melhor presidente que o CRECI de Mato Grosso já teve em toda a sua história, desde sua fundação até a data de hoje: seus feitos ainda não foram superados e mesmo assim ele foi derrotado nas eleições sob a bandeira da necessidade de renovação da gestão da Instituição.

O SINDICATO dos CORRETORES de IMÓVEIS de MATO GROSSO é a instância que tem a obrigação de ofício de defender a categoria, seus princípios basilares e a decisão da maioria soberana em ato democrático. Porisso não podemos permanecer inertes quando vemos a Democracia ser atacada dentro de nossa própria casa. Nossa opinião, enquanto SINDICATO é a de que a Chapa eleita tenha bom senso e opte por aclamar entre seus diplomados um PRESIDENTE à ALTURA do Cargo. Mas essa decisão deve ser DA CHAPA ELEITA e não de quem PERDEU AS ELEIÇÕES.

É claro que queremos proteger o CRECI de quem já demonstrou não ter condições de presidi-lo, mas hoje, diante da insistência em não respeitar a própria história da Instituição e a decisão da maioria da categoria, devemos proteger o CRECI MT de quem não quer largá-lo, sabe-se lá o porquê.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

One thought on “Nem por Contreiras, nem por Benedito : pela DEMOCRACIA e pelo BOM SENSO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Previous post DEPUTADO POR SÃO PAULO QUER IMPEDIR CORRETORES DE TODO O BRASIL DE AVALIAREM IMÓVEIS
Next post Contrato CORRETOR ASSOCIADO